Biografia

Anos 1970

Em 1970, João Paulo Medina licencia-se em Educação Física pela PUC de Campinas, onde idealizou a revista “Stress”, juntamente com Oswaldo Terra. Em 1971, com apenas 22 anos de idade, inicia sua carreira no futebol como preparador físico na Associação Portuguesa de Desportos. No mesmo ano, especializa-se em Técnica de Futebol pela Faculdade de Educação Física de São Carlos.

70-revista_stress

De 1971 a 1973 trabalha como preparador físico da equipe principal da Associação Portuguesa de Desportos e em seguida na Associação Atlética Ponte Preta. Em 1974 cria juntamente com o Dr. Osmar de Oliveira, o Departamento Integrado de Futebol no Sport Club Corinthians Paulista, projeto pioneiro para clubes, que promoveu uma integração das diferentes especialidades do futebol. No ano seguinte, atuando como coordenador técnico, estrutura e organiza as Categorias de Base do Guarani Futebol Clube.

74-corinthians

Entre janeiro de 1977 e junho de 1979, junto de Rubens Minelli, participa ativamente do processo de estruturação e organização do Departamento de Futebol do São Paulo Futebol Clube. Entre outras inovações, Medina sistematiza, um processo alimentar para os atletas dentro do próprio clube, introduz trabalho de musculação e implementa o uso da fisiologia esportiva aplicada ao futebol.

71-minelli

Em julho de 1979 inicia trabalho de estruturação e organização, com Rubens Minelli, nas seleções principal, júnior e juvenil na Federação de Futebol da Arábia Saudita.

Anos 1980

82-livroEm 1983 lança seu primeiro livro, intitulado “A Educação Física cuida do corpo… e ‘mente’”, pela Editora Papirus. A obra é um ensaio sobre Educação Física, que propõe uma reflexão crítica sobre o papel social desta área do conhecimento e disciplina profissional. Esta obra tornou-se referência na Educação Física brasileira e sua leitura é estimulada por grande número de professores nos cursos de Educação Física e Esporte no Brasil e outros países de língua portuguesa.

Ainda em 1983 atua como preparador físico da equipe principal da Sociedade Esportiva Palmeiras. Entre 1984 e 1987 volta à Arábia Saudita e organiza o Departamento de Futebol do Al Hilal Sport Club de Riyadh, clube mais popular do país.

87-livroEm 1987 lança seu segundo livro: “O Brasileiro e seu corpo” (Editora Papirus) que é uma adaptação de sua tese de mestrado, orientada pelo professor Moacir Gadotti, discípulo do pedagogo Paulo Freire. A obra trata de questões políticas, culturais, sociológicas e filosóficas relacionadas ao corpo dos brasileiros, numa perspectiva de classes sociais. A primeira edição foi lançada pela Editora Papirus em 1987, sendo que em 2008 foi publicada a 10ª. edição.

Ainda em 1987, colabora no livro “Fundamentos Pedagógicos – Educação Física 2″, com o artigo “Reflexões para uma Política Brasileira do Corpo”, Ao Livro Técnico S.A., p. 55-61. Esse livro foi publicado em 1987 e representou uma contribuição inestimável das ciências humanas e sociais que convida os leitores a fazer uma reflexão crítica da Educação Física brasileira, que até a década de 1980 era fundamentada quase que exclusivamente em bases psicobiológicas. Esse trabalho foi organizado pelo professor e pesquisador social Vitor Marinho de Oliveira que reuniu duas dezenas de profissionais, especialistas nas áreas de educação física, sociologia, jornalismo, pedagogia, medicina e filosofia.

Em 1988, planeja e coordena a preparação da Seleção Brasileira de Futebol Master para Mundial da categoria.

Anos 1990

Em 1991, coordena e é responsável pela preparação física do Departamento de Futebol profissional da Sociedade Esportiva Palmeiras. Também exerce a função de assistente técnico da Seleção Brasileira de Futebol.

91-cbf

Em 1992, colabora no livro “Educação Física & Esportes – Perspectivas para o século XXI” (Editora Papirus), onde escreve o capítulo “Reflexões sobre a fragmentação do saber esportivo”, uma visão crítica e epistemológica sobre o futebol. Organizado pelo professor Wagner Wei Moreira, da Unicamp, o livro reúne 16 profissionais que discorrem sobre a educação física e esporte nas perspectivas da história, corporeidade e motricidade, esporte, recreação e lazer, educação física escolar e formação profissional. A estrutura desta obra guarda semelhanças com “Fundamentos Pedagógicos – Educação Física”, permitindo diferentes reflexões sobre distintos temas relacionados à educação física e esporte. Em 2008 foi publicada a 14ª. edição desta coletânea de textos.

Em 1993, é responsável pela preparação física e coordenação de planejamento da Seleção de Futebol da Arábia Saudita.

Em 1994, torna-se sócio proprietário, com o professor Sérgio Corradin, da Escola de Futebol “Bate Bola” em Jundiaí. Também participou do projeto de futebol internacional integrado Special Olympics (em New Jersey – Estados Unidos).

Entre 1994 e 1995, tendo como treinador Telê Santana, coordena o setor técnico da equipe principal e categorias de base do Departamento de Futebol do São Paulo Futebol Clube.

Em 1996 atua como diretor executivo do Goiás Esporte Clube, estruturando e organizando o seu Departamento de Futebol.

Em 1997 trabalha como coordenador técnico do Sport Club Internacional de Porto Alegre. No mesmo ano colabora no livro “Saúde Coletiva e Urgência em Educação Física” (Editora Papirus), com o artigo “Saúde Coletiva/Atividade Física: Uma Abordagem Exploratória”. O livro foi produzido quando era professor na Faculdade de Educação Física (FAEFI) da Unicamp.

Em 1998, como consultor e diretor executivo, estrutura tecnicamente o clube-empresa Etti Jundiaí Futebol Ltda.

99-livroEm 1999 lança um novo livro, “Realize o Impossível – frases para estimular e inspirar executivos e esportistas”, da Editora Gente. A matéria-prima para elaboração desta obra surgiu do interesse do autor em colecionar frases interessantes e pitorescas. O prefácio foi escrito pelo jornalista e colunista da Folha de São Paulo, José Geraldo Couto.

Ainda em 1999, atua como assistente técnico, responsável pelo planejamento do Al Hilal Sport Club, Riyadh, Arábia Saudita.

Anos 2000

Em 2000 e 2001, sob a liderança política e administrativa de Fernando Miranda, coordena, estrutura e organiza todo o Departamento de Futebol do Sport Club Internacional, de Porto Alegre – RS. Este trabalho propôs e implementou mudanças de paradigmas na gestão de clubes do futebol brasileiro.

Já em 2002, como diretor executivo técnico do Santos Futebol Clube, inicia o processo de organização do seu Departamento de Futebol.

Em 2003 lança um projeto inovador de divulgação do conhecimento em futebol, através da internet, chamado “Cidade do Futebol”, semente do projeto que mais tarde (2009) passa a se chamar “Universidade do Futebol”.

2009-cidade

Na temporada 2003-04, volta para a Arábia Saudita, agora para estruturar e organizar, juntamente com o treinador Candinho, o Departamento de Futebol do Al Ittihad da cidade de Jeddah. Na temporada seguinte, 2004/05, faz esse mesmo trabalho no Departamento de Futebol do Al Hilal Sport Club, de Riyadh, do mesmo país.

medina-na-copa

Em 2006, tendo como treinador o brasileiro Marcos Paquetá, é responsável pelo planejamento, organização e preparação da Seleção Nacional da Arábia Saudita, com participação na Copa do Mundo da Alemanha.

Espanha 1 x Ara_bia Saudita 0 - Copa da Alemanha 2006

Ainda em 2006-livro2006 participa como coautor do livro “Motrisofia – Homenagem a Manuel Sérgio” (Editora Instituto Piaget, Portugal, Coleção Epistemologia e Sociedade, com o capítulo “Manuel Sérgio e o Futebol”. Manuel Sérgio é licenciado em Filosofia, Doutor e professor agregado em motricidade humana pela Universidade Técnica de Lisboa e presidente do Instituto Superior de Estudos Interculturais e Transdisciplinares do Instituto Piaget, em Almada, Portugal. É autor de 37 livros, além de referência e inspiração para muitos profissionais que trabalham com atividades esportivas e a educação física (que M. Sérgio chama de “Educação Motora” como parte da Motricidade Humana). O livro Motrisofia foi organizado pelo professor José Antunes de Sousa e conta com a participação de profissionais como o prof. João Batista Freire, Lino Castellani Filho, Juca Kfouri, Laurentino Dias, José Mourinho entre outros.

Em 2006, coordena o processo técnico de implantação do projeto de formação de atletas “Campus Pelé” em Jundiaí, tendo Pelé como patrono.

2006-pele_e_medina

capa_psicologiaAinda em 2006 participa como coautor do livro “Futebol, Psicologia e a Produção do Conhecimento”, da Coleção Psicologia do Esporte e do Exercício (Editora Atheneu). Esta obra, coordenada pela psicóloga Regina Brandão, reúne textos de alguns profissionais de destaque no cenário esportivo brasileiro e mundial, que refletem e pesquisam sobre Psicologia do Esporte, Futebol, Teoria do Conhecimento, Pedagogia, Liderança, Inteligência do Atleta, entre outros.

logo-universidadeEm 2009, transforma a “Cidade do Futebol” em “Universidade do Futebol”, uma instituição virtual que promove o ensino, produz e compartilha conteúdos para capacitação e qualificação no futebol. O projeto visa se transformar no maior fórum de democratização do conhecimento no futebol. Nele são oferecidos cursos presenciais e à distância, aulas gratuitas, vídeos, colunas, entrevistas, artigos etc. São conteúdos especializados para dezenas de profissões ligadas ao futebol, abrangendo as dimensões do alto rendimento, social, educacional e entretenimento nas áreas: técnica, administração, saúde, ciências humanas e sociais, tendo como pano de fundo o exercício da interdisciplinaridade.

capa_expatriadosNo mesmo ano colabora com a produção do livro “Expatriados.com – Um Novo Desafio para os RH’s Interculturais” (Editora Artes & Ofício), como autor do capítulo “Novos profissionais para novos tempos no futebol: a questão da expatriação e o alvorecer de uma nova ciência”.

capa-do-livro-25a-edicao-8sEm 2010, lança uma edição renovada (25ª edição) do livro A Educação Física cuida do corpo… e “mente“ (Editora Papirus), com a inclusão de 3 novos ensaios escritos pelos professores Valter Bracht, Rogério dos Anjos e Marcelo Hungaro, que apresentam perspectivas diferentes e atualizadas da realidade da educação física, propiciando novas reflexões críticas sobre esta área do conhecimento.

Em 2012 é publicada a 26a. edição do livro A Educação Física cuida do corpo… e “mente”.

Em 2013 exerce a função de professor convidado no curso (disciplina eletiva) sobre gestão técnica do futebol na FCA-Unicamp em Limeira, SP.

Em fevereiro de 2014 ingressa como aluno no curso de pós-graduação (Doutorado) da FEF – Unicamp sob orientação da Profa. Dra. Heloisa Reis.

No final de 2014, convidado por Ricardo Guerra e Alex, participa da criação de um projeto técnico-administrativo para implantação no Coritiba.

Após a vitória da chapa composta por Rogério Bacellar e Ricardo Guerra, no início de 2015 é contratado pelo Coritiba para iniciar a implantação do projeto no clube paranaense. Foi o responsável direto pela criação do UNIFIC (Unidade de Informação, Formação e Inovação do Coritiba). Em maio de 2015, por divergências em relação à condução do projeto pela diretoria, deixa o clube e volta a atuar na Universidade do Futebol.